Itaipu Binacional é a maior usina hidrelétrica do Brasil em potência instalada

São 14 mil megawatts, com 20 unidades geradoras de 700 megawatts cada. Usina fica na fronteira brasileira com o Paraguai

16/01/2013
66000 Acessos
Imprimir
Itaipu Binacional é a maior usina hidrelétrica do Brasil em potência instalada
Hidrelétrica tem 14 mil megawatts de potência - Imagem: divulgação
A Itaipu Binacional, que entra para o RankBrasil, é a Maior usina hidrelétrica em potência instalada do país e a segunda do mundo, ficando atrás apenas da chinesa Três Gargantas. São 14 mil megawatts, com 20 unidades geradoras de 700 megawatts cada.

Construída pelo Brasil e Paraguai no Rio Paraná, na fronteira entre os dois países, a usina está localizada a 14 km da Ponte da Amizade. A área de abrangência do projeto vai desde Foz do Iguaçu e Guaíra, no lado brasileiro, até Ciudad del Este e Salto del Guairá, no paraguaio.

O projeto teve início em fevereiro de 1971 e no dia 26 de abril de 1973, Brasil e Paraguai assinaram o Tratado de Itaipu. A criação da entidade Binacional aconteceu em 17 de maio de 1974, que ficou responsável pelo gerenciamento e construção da usina.

As obras começaram efetivamente em 1975 e foi considerado um trabalho de ‘Hércules’ pela revista ‘Popular Mechanics’, dos Estados Unidos. A região começou a se transformar em um ‘formigueiro’ humano: na época, Foz do Iguaçu era uma cidade com apenas duas ruas asfaltadas e cerca de 20 mil habitantes, e em dez anos, a população passou para mais de 100 mil pessoas.

Entre 1978 e 1981, até cinco mil pessoas eram contratadas por mês. No pico da construção da barragem, a Itaipu Binacional mobilizou diretamente cerca de 40 mil trabalhadores no canteiro de obras e nos escritórios de apoio no Brasil e no Paraguai.

Inauguração
Em 05 de novembro de 1982, com o reservatório já formado, os então presidentes do Brasil, João Figueiredo, e do Paraguai, Alfredo Stroessner, inauguraram oficialmente a hidrelétrica, após mais de 50 mil horas de trabalho. O primeiro giro mecânico de uma turbina ocorreu em 17 de dezembro de 1983, com início da produção de energia em 05 de maio de 1984, quando entrou em operação a primeira das 20 unidades geradoras do projeto.

Obra de prioridade absoluta
A Itaipu Binacional foi a única grande obra nacional a atravessar a fase mais aguda da crise econômica brasileira do final da década de 70, mantendo o status de prioridade absoluta. Na construção civil, a hidrelétrica atingiu um índice de nacionalização de praticamente 100%. Na área de fabricação e montagem de equipamentos, este índice nunca foi inferior a 85%.

Atração turística
A Usina de Itaipu apresenta grande potencial turístico, atraindo milhares de visitantes de todo o mundo, interessados na grandiosidade da obra. Por outro lado, a construção ousada submergiu as Sete Quedas, uma das mais fascinantes formações naturais do planeta, que é a maior cachoeira submersa do país.

Maior produtora mundial de energia
A maior usina hidrelétrica do mundo em potência instalada é a Três Gargantas, na China, que tem 32 unidades e potência de 22,5 mil megawatts. Apesar de perder para a hidrelétrica chinesa em potência instalada, a Itaipu Binacional é a maior produtora de energia do mundo. Em 2012, sua produção foi de 98,287 milhões de MWh, número superior em 180 mil MWh em relação à Três Gargantas.

ITAIPU EM NÚMEROS
Reservatório
Volume de água no nível máximo normal: 29 bilhões de m³
Extensão: 170 km
Barragem
Altura: 196 m
Comprimento total: 7.919 m
Bacia Hidrográfica
Área: 820 mil km²
Unidades geradoras
Quantidade: 20
Potência cada: 700 MW
Potência total: 14 mil MW


Fonte: Itaipu Binacional
Redação: Fátima Pires