Mais antiga ponte pênsil do Brasil

Ponte, que está localizada na cidade de São Vicente - SP, foi inaugurada em 1914

16/04/2007
18131 Acessos
Imprimir
Mais antiga ponte pênsil do Brasil
A primeira ponte pênsil a ser montada no Brasil fica na base do Morro dos Barbosas, no município de São Vicente - SP. Liga a ilha ao continente, com um intenso movimento de pedestres e veículos.

Inaugurada em 21 de maio de 1914, a velha ponte pênsil começou a ser planejada em 1910, graças a dois engenheiros de visão: Dr. Francisco Saturnino de Brito e Miguel Presgrave. De fama internacional, é exemplo de capacidade da engenharia da época. Tinha como objetivo promover o escoamento das águas e evitar a propagação de doenças.

A necessidade de conduzir os dejetos até a ponta do Morro do Itaipu, levou o sanitarista a planejar a construção de uma ponte sobre o Mar Pequeno, em São Vicente, entre os morros dos Barbosas e Japuí. A passagem facilitaria inclusive o acesso à Fortaleza de Itaipu, na área continental do município, até então de difícil comunicação.

A sua inauguração foi prestigiada por diversas personalidades de fama internacional. Por sua aparência monumental, ou por sua comprovada solidez, a ponte pênsil é sem dúvidas, um dos principais monumentos históricos da cidade, bem como do Brasil.

A velha ponte ainda conserva vários materiais originais, trazidos de Dortmund, na Alemanha, para sua construção, como os cabos de aço que sustentam sua gigantesca estrutura. A velha ligação, tombada pelo Condephaat, suporta até 60 toneladas e, em 1994, quando completou 80 anos, ganhou um sistema de iluminação que a destaca à noite no cenário vicentino. A iluminação é idêntica a de outras pontes famosas como a Golden Gate, em São Francisco, nos Estados Unidos, e a Ercílio Luz, em Florianópolis.

Esta é uma das mais importantes pontes pênseis construídas no Brasil. O projeto é de August Kloenne, da firma Bruckenbauanstalt de Dortmund. Foi utilizado o aço alemão denominado Holder 32.

A ponte é de um só tramo de 180m entre eixos das torres, com viga de rigidez em treliça metálica suspensa em 16 cabos de aço, sendo 12 de 64m e quatro de 83m. A viga de rigidez é simplesmente apoiada com distância entre apoios de 177,6m. Essa viga é dividida em 30 painéis praticamente quadrados, com 6m de lado e duas diagonais.

Cada um dos montantes que dividem os painéis é suspenso aos cabos por meio de pendurais.Os cabos na parte externa da ponte são retos e inclinados a 32 graus. A pista de rolamento está encaixada entre as duas vigas de rigidez, que tem uma distância entre si de 6,4m.

A ponte foi construída principalmente para transportar dois tubos metálicos de 40cm do emissário de esgotos de Santos, presos às vigas de rigidez pelo lado externo.

De expressão e beleza sem par, a ponte pênsil é conhecida internacionalmente. É o cartão postal número um da cidade de São Vicente. Paraíso para os fotógrafos, ela proporciona os mais belos trabalhos. Sua vista aérea é de uma beleza incomensurável e atualmente ganhou uma aliada para compor o cenário Vicentino: a Bandeira Nacional no Morro dos Barbosas.

Redação: Rejane Rehfeld - 16/04/2007 / Revisão: - jornalista Raquel Susin - 06/07/2007