Maior distância voando de asa-delta

Piloto percorreu 495km, entre Brasil e Argentina, quebrando também o recorde sul-americano na categoria

6386 Acessos
Imprimir
Maior distância voando de asa-delta
O gaúcho André Wolf é o brasileiro com a Maior distância voando de asa-delta, percorrendo 495km entre dois países, no tempo de aproximadamente 10 horas.

A façanha foi realizada em 26 de janeiro de 2012, utilizando um modelo Litespeed RS4, da Moyes. O piloto saiu do município de Caçapava do Sul – RS e o pouso aconteceu próximo à cidade de Mercedes, na província de Corrientes, na Argentina.

Com a marca estabelecida no voo livre, além do recorde brasileiro, André Wolf também quebrou o sul-americano na categoria, que era de 461km, obtido em Quixadá – CE.

Segundo o recordista, o voo tem um significado diferente para cada piloto, de acordo com entrevista realizada pela Asa Delta Sul. “Para mim é uma filosofia de vida que ao longo dos anos vem me ajudando a achar meu ponto de equilíbrio”, destaca.

André Wolf comenta ainda que o esporte e sua vida pessoal estão diretamente ligados e se misturam: “Minhas melhores memórias são e sempre serão das pessoas e dos lugares que conheci enquanto aprendia a voar”.

Na internet
Amigos, familiares, colegas e curiosos puderam acompanhar o desafio do gaúcho através da internet. Isto foi possível graças a um aparelho especial utilizado pelo piloto durante o voo, que marcava os pontos por onde ele passava.

Recorde mundial
O recorde mundial da maior distância voando de asa-delta é do austríaco Manfred Rummer. No ano de 2011, no Texas, nos Estados Unidos, ele atingiu a incrível marca de 700,6km.

Asa-delta
Com forma triangular, a asa-delta é um tipo de aeronave composta por tubos de alumínio, que proporcionam a sua rigidez estrutural, e uma vela feita de tecido, funcionando como superfície que sofre forças aerodinâmicas, ocasionando a sustentação do veículo não motorizado no ar.

Precursores
No mundo, o pioneirismo em voo com asa-delta é atribuído ao alemão Otto Lilienthal, que desde 1871 se dedicava a construção de veículos semelhantes. No Brasil, o primeiro piloto a se aventurar no esporte foi o carioca Luis Cláudio Mattos, no ano de 1974.

‘Havaí do voo livre’
Voo livre é um esporte radical praticado com veículo não motorizado, em que o piloto utiliza os contrastes de temperatura do vento para a locomoção. A categoria inclui asa-delta e parapente (semelhante a um paraquedas).

O Brasil é considerado o ‘Havaí do voo livre’. A explicação é a existência de cidades de renome internacional na prática do esporte, como Quixadá – CE, Governador Valadares – MG, Rio de Janeiro, Brasília – DF, Igrejinha – RS, Santo Antônio do Pinhal – SP, entre outras.


Fontes: Asa Delta Sul, Aero Mais, Wikipédia e Globo Esporte
Redação: Fátima Pires