Primeira rodovia pavimentada do Brasil

Trecho recordista, que liga Petrópolis – RJ a Juiz de Fora – MG, foi inaugurado em junho de 1861 pelo imperador Dom Pedro II

10/11/2012
12638 Acessos
Imprimir
Primeira rodovia pavimentada do Brasil
A Estrada União e Indústria, que entra para o RankBrasil, foi a primeira rodovia pavimentada do país, inaugurada em 23 de junho de 1861 pelo então imperador Dom Pedro II.

O trecho recordista liga Petrópolis – RJ a Juiz de Fora – MG. Construída com mão de obra de colonos alemães, a rodovia foi pavimentada pelo método macadame – piso composto por pequenas pedras, comprimidas de forma a se encaixarem umas nas outras.

Na época, a estrada teve grande importância para o escoamento da produção cafeeira da região, representando um grande avanço da técnica de engenharia no Brasil, uma vez que integrou e uniu os Estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais.

A rodovia também foi a primeira concedida à administração da iniciativa privada, sendo criada a empresa União e Indústria para explorar a área, inclusive cobrando pedágio dos usuários da rota. Com a construção da BR 040, que liga o Rio de Janeiro a Brasília, passando por Juiz de Fora, alguns trechos da estrada recordista acabaram sendo absorvidos pela nova via.



O projeto
O projeto da primeira rodovia pavimentada começou em 1854, quando o comendador Mariano Procópio Ferreira Lage recebeu a concessão de Dom Pedro II por 50 anos, para a construção de custeio de uma rota que, partindo de Petrópolis, chegasse à margem do Paraíba.

Os trabalhos tiveram início em 12 de abril de 1856, com duração de quase de cinco anos, totalizando 144 quilômetros de extensão por oito metro de largura. Do total, 96 quilômetros ficavam no Rio de Janeiro e 48 quilômetros, no Estado de Minas Gerais.

Primeiro guia de viagens
A pavimentação da Estrada União e Indústria também deu origem ao primeiro guia de viagens do Brasil, escrito pelo alemão Revert Henrique Klumb, fotógrafo do imperador. Editado em 1872, o livro intitulado ‘Doze horas em diligência – guia do viajante de Petrópolis a Juiz de Fora’ descrevia a viagem com textos e imagens.


Fontes: Agência Brasil e Wikipédia
Redação: Fátima Pires