Primeiro cadeirante brasileiro a fazer salto solo de paraquedas

A aventura aconteceu em 15 de junho de 2012, em Boituva – SP. Foram 12 mil pés percorridos em 45 segundos de queda livre

01/11/2012
7923 Acessos
Imprimir
Primeiro cadeirante brasileiro a fazer salto solo de paraquedas
O paulistano Fernando Fernandes, que entra para o RankBrasil, é o primeiro cadeirante brasileiro a fazer salto solo de paraquedas.

O recorde aconteceu em 15 de junho de 2012, em Boituva, no interior de São Paulo Foram 12 mil pés percorridos em 45 segundos de queda livre. Para manter as pernas na posição correta durante a queda e a aterrissagem, ele saltou com uma espécie de prótese.

Ex-integrante da segunda edição do Big Brother Brasil (BBB) e ex-modelo, Fernando sofreu um acidente de carro em 2009, que o deixou sem movimentos da cintura para baixo. Como forma de retomar a vida, virou atleta de paracanoagem, sendo tricampeão mundial na categoria velocidade.

A paixão por paraquedismo começou antes do acidente, quando ele estava fazendo curso e já havia realizado alguns saltos. Depois que perdeu os movimentos, pensou que não poderia mais voar. Foi então que descobriu na Austrália a existência de pessoas com deficiências que saltam, decidindo investir na ideia.

O salto recordista teve um planejamento de mais de dois anos. Com o objetivo de evitar problemas, foram feitos testes em um túnel de vento, para verificar como o corpo de Fernando iria se comportar e se a adaptação da prótese daria certo. Filmada, a aventura virou o curta-metragem ‘O salto’, exibido em setembro, no Rocky Spirit – festival de cinema ao ar livre.

História de superação
O recordista nasceu em 20 de março de 1981, na cidade de São Paulo. Antes de sofrer o acidente, ele corria 15 km por dia, lutava boxe e jogava em um time de futebol de artistas. Fernando ainda fez teatro, participando de algumas peças.

Atualmente participa do quadro ‘Desafio sem limite’, do programa Esporte Espetacular, em que ele pratica esportes de aventura em diversas modalidades. Entre os planos para o futuro, pretende montar um instituto de treinamento de canoagem para deficiente.

Em seu site oficial, ele revela o que o esporte significa: “Hoje eu levo a canoagem como religião, como estilo de vida, e agradeço todos os dias a Deus por ter colocado esse esporte na minha vida. Agora minha missão é fazer com que esse esporte se torne grande em nosso país”.


Fontes: Isto É Gente, Wikipédia, G1 São Paulo e site oficial de Fernando Fernandes
Redação: Fátima Pires