Primeiro GP Brasil de Fórmula 1

A partir desse ano, o país começou a fazer parte do calendário oficial da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). Prova recordista foi realizada no Autódromo de Interlagos

25/10/2012
5499 Acessos
Imprimir
Primeiro GP Brasil de Fórmula 1
O Primeiro Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 aconteceu em 11 de fevereiro de 1973, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. A partir deste ano, o país entrou no calendário oficial da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

Para a alegria do público, a vitória foi obtida por Emerson Fittipaldi, que também conquistou o primeiro título do Brasil na Fórmula 1. Em segundo lugar ficou o escocês Jackie Stewart e na terceira posição, o neozelandês Dennis Hulme.

A história do GP Brasil começou antes da prova oficial. Em 30 de março de 1972 foi realizada uma corrida extraoficial em Interlagos, que não valeu pontos pelo campeonato, mas serviu como preparação para a inclusão do país na Fórmula 1. Nesta competição, venceu o argentino Carlos Reutemann.

O favorito, Emerson Fittipaldi, que largou na pole position, liderava a prova com facilidade. Infelizmente a suspensão traseira de seu carro quebrou e o piloto brasileiro foi obrigado a abandonar a prova faltando apenas cinco voltas para a final, cedendo a vitória ao argentino.

Autódromo de Interlagos
A história do autódromo de Interlagos começa na década de 20, com o início do processo de urbanização da cidade de São Paulo. Em 1926, uma empresa de construção civil, dirigida pelo engenheiro britânico Louis Romero Sanson, projetou o bairro Balneário Satélite da Capital.

O ambicioso projeto de Sanson incluía a construção de grandes vias, de um estádio com pista atlética, quadras esportivas, lagos para iatismo e um autódromo. O urbanista francês Alfred Agache elaborou o planejamento do projeto e a partir de uma observação, que achou o local parecido com a cidade de Interlaken, na Suíça, o bairro passou a ser chamado Interlagos.

A crise econômica frustrou os planos de Sanson e o projeto foi estagnado. Na mesma época, pequenos campeonatos automobilísticos locais eram organizados por clubes automotivos. Até que em 1936 aconteceu o 1º Grande Prêmio Internacional Cidade de São Paulo, em um circuito com largada na Avenida Brasil.

Durante a prova, a piloto francesa Hellé-Nice perdeu o controle do carro e atropelou o público. O imprevisto que matou quatro pessoas e deixou outras 37 feridas mudaria o destino de Interlagos. O acidente mobilizou o então diretor do Automóvel Club do Brasil , Eusébio de Queiroz Mattozo, que percebeu a urgência de um autódromo no país e solicitou a Sanson que recomeçasse as obras.

Construção e inauguração
Para a construção do autódromo de Interlagos, que teve início em 1938, Sanson fez uma extensa pesquisa sobre os melhores autódromos do mundo, como Indianápolis, Roosevelt Raceway (EUA), Brooklands (Inglaterra) e Monthony (França). Além disto, ele consultou engenheiros e técnicos especializados, e pilotos experientes.

A pista ficou pronta no final de 1939, com 7.960m do projeto inicial. O autódromo foi inaugurado em 12 de maio de 1940, com o 3º Grande Prêmio Cidade de São Paulo e uma prova de motocicletas. A primeira corrida internacional – a Circuito Internacional de Interlagos – aconteceu em 30 de março de 1947, com carros Grand Prix, antecessores da Fórmula 1.

Mudanças no autódromo
Em 1957, a pista foi dividida em dois circuitos: um anel externo, com extensão de 3.205m, para corridas de alta velocidade, e outro, o completo, para provas que exigiam mais habilidade dos pilotos. No ano de 1970 outros ajustes foram feitos, para a chegada da Fórmula 1 ao país.

A prova de F-1 foi transferida em 1978 para o Autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, inaugurado em 1966 e reformado de acordo com exigências da FIA em 1977. No ano seguinte, o evento voltou a ser realizado em São Paulo. Em 1981 o GP foi novamente transferido para o Rio, onde aconteceu até 1989.

Neste período, o Autódromo de Interlagos teve obras de pequeno porte. Em 1985, passou a se chamar José Carlos Pace, em homenagem a um dos grandes nomes do automobilismo nacional, morto em 1977 em um acidente aéreo.

No ano de 1990, o circuito recebeu mais investimento, com a construção de novos boxes e torre de controle, e o percurso foi encurtado para 4.325 km, de acordo com a tendência atual de circuitos, com no máximo 4.500m de extensão. A reinauguração aconteceu no dia 23 de março de 1990 e desde então as provas da Fórmula 1 acontecem em São Paulo.

Fórmula 1 no mundo
A história da Fórmula 1 teve início com as competições de Grandes Prêmios disputadas na Europa, no início do século XX. A prova inaugural do Campeonato Mundial de F-1 aconteceu em 13 de maio de 1950, no Circuito de Silverstone, na Inglaterra.


Fontes: Estadão, GP Brasil, Wikipédia e Autódromo Interlagos
Redação: Fátima Pires