Primeira descoberta de petróleo no Brasil

Recurso natural foi encontrado em 21 de janeiro de 1939, no poço DNPM-163, no bairro de Lobato, em Salvador – BA

23/09/2012
21964 Acessos
Imprimir
Primeira descoberta de petróleo no Brasil
A busca pelo petróleo no Brasil surgiu desde os tempos coloniais, mas a primeira descoberta do recurso natural só aconteceu em 21 de janeiro de 1939, no bairro Lobato, em Salvador – BA.

Os primeiros pingos do chamado ‘ouro negro’ saíram do poço DNPM-163, sigla que significa Departamento Nacional de Produção Mineral, criado em 1933 pelo governo federal, com a responsabilidade de fazer pesquisas e sondagens do subsolo brasileiro.

Depois da confirmação de petróleo em território nacional, em 28 de outubro de 1939 aconteceu a descoberta da primeira jazida, no poço CNP B-2 na Vila Militar, também em Salvador. Dois anos depois, houve a localização da primeira acumulação comercial de petróleo do país, no município de Candeias, na Bahia.

No ano de 1953, apesar das descobertas em pequena escala, o surgimento do ‘ouro negro’ incentivou a oficialização do monopólio estatal sobre a atividade petrolífera e a criação da empresa estatal Petróleo Brasileiro S.A., mais conhecida como Petrobrás, que é a maior empresa do Brasil.

Primeira sondagem
A prática da exploração do petróleo no país foi inaugurada em 1892, com a primeira sondagem profunda realizada em Bofete – SP. O poço atingiu 488 metros, mas os técnicos responsáveis encontraram apenas água sulfurosa.

‘Lama preta’
Os primeiros indícios do petróleo surgiram em 1930. Na época, o engenheiro agrônomo Manoel Inácio Bastos descobriu que moradores de Lobato usavam uma ‘lama preta’ e oleosa, para iluminar suas residências. Apesar de realizar várias pesquisas, ele não obteve êxito em chamar a atenção de pessoas influentes na área.

Primeira refinaria
A primeira refinaria de petróleo do Brasil, que recebeu o nome de Refinaria Rio-grandense de Petróleo, foi instalada em 1932, na cidade de Uruguaiana – RS. A empresa utilizava o recurso natural importado do Chile, entre outros países.

Conselho Nacional de Petróleo
Em 1938 foi criado o Conselho Nacional do Petróleo (CNP), para avaliar pedidos de pesquisa e lavra de jazidas de petróleo. No mesmo ano, a atividade petrolífera no país passa, por lei, a ser obrigatoriamente realizada apenas por brasileiros. O CNP atuou de 1939 até 1960, quando acabou incorporado pelo Ministério de Minas e Energia.

“O petróleo é nosso!”
O local onde o petróleo foi descoberto pela primeira vez tem o mesmo sobrenome do escritor Monteiro Lobato, que batalhou para mostrar que o país tinha potencial no setor. É justamente de Lobato a frase “O petróleo é nosso!”, que virou símbolo da campanha nacionalista em defesa da soberania brasileira sobre o recurso natural, lançada em 1946.

No mundo
A utilização do petróleo no mundo remonta a 4000 a.C. De acordo com registros históricos, nesta época, os povos da Mesopotâmia, Egito, Pérsia e Judeia já utilizavam o betume (derivado de petróleo) para pavimentação de estradas, calafetação de grandes construções, aquecimento, iluminação de casas, lubrificantes e até como laxativo.

Já os chineses perfuravam poços usando hastes de bambu, no mínimo desde 347 a.C. Na era moderna, o primeiro poço foi perfurado em Bibi-Heybat, no Azerbaijão, em 1846. Nas Américas, a perfuração do primeiro poço aconteceu no Canadá, no ano de 1958.


Fontes: Blog do Planalto, Wikipédia e Brasil Escola
Redação: Fátima Pires