Primeiros irmãos medalhistas na mesma edição do boxe olímpico

Os pugilistas Yamaguchi e Esquiva Falcão subiram no pódio dos Jogos de Londres com o bronze e a prata, respectivamente

10/08/2012
4078 Acessos
Imprimir
Primeiros irmãos medalhistas na mesma edição do boxe olímpico
O boxe brasileiro fez história nas Olimpíadas de 2012. Além de conquistar o maior número de medalhas no torneio, o país teve pela primeira vez dois irmãos medalhistas na mesma edição do boxe olímpico.

Yamaguchi, de 22 anos e Esquiva Falcão Florentino, 24, que estão no RankBrasil, subiram no pódio de Londres com o bronze e a prata, respectivamente. O pugilista Yamaguchi obteve a primeira medalha do país na categoria meio pesado, e Esquiva, a primeira no peso médio.

Com o triunfo, eles se juntaram à galeria de irmãos brasileiros medalhistas em Olimpíadas, como Murilo e Gustavo, que subiram no pódio pelo vôlei de quadra em Pequim, no ano de 2008; e Torben e Lars Grael, medalhistas na vela em Seul, em 1988 e Atlanta, em 1996.

Família de boxeadores
Os irmãos são filhos do lendário pugilista Adegard Câmara Florentino, de 75 anos, que ainda sobe nos ringues. Na década de 60, ele ficou conhecido como Touro Moreno, por empatar em uma luta com Waldemar Santana, famoso por ter derrotado Helio Gracie, uma lenda do vale-tudo, considerado um dos inventores do jiu-jitsu brasileiro.

Quando criança, Yamaguchi e Esquiva treinavam na academia improvisada pelo pai, no quintal de casa. Para aprimorar os socos, os irmãos esmurravam uma bananeira. Na família, entre nove irmãos, quatro são pugilista. Além dos medalhistas olímpicos, lutam boxe Tomas Edson e Estivan Falcão.

Irmãos campeões olímpicos do boxe na mesma Olimpíada
Na história do boxe olímpico, apenas uma vez dois irmãos foram campeões em uma mesma edição do torneio. Em 1976, em Montreal, os norte-americanos Leon e Michael Spinks conquistaram o ouro no esporte.


Fontes: Globo Esporte, Wikipédia e UOL Olimpíadas
Redação: Fátima Pires