Primeira lanchonete popular em aeroporto

Com preços mais acessíveis, estabelecimento comercial já está funcionando no Aeroporto Afonso Pena

12/07/2012 10:00:00
4120 Acessos
Imprimir
Primeira lanchonete popular em aeroporto
O Estado do Paraná inaugurou em 11 de julho de 2012 a Primeira lanchonete popular em aeroporto brasileiro. Com preços mais acessíveis, o estabelecimento comercial já está funcionando no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

A loja recordista é um empreendimento da CD Plan, empresa do Grupo Markplan, que venceu a licitação realizada em fevereiro deste ano, entre grandes empresas do setor de serviços de alimentação.

Com a bandeira ‘Rapid In’, a lanchonete vai funcionar 24 horas, ou seja, de forma ininterrupta, e a previsão é atender mais de mil pessoas por dia. O estabelecimento possui 34 metros quadrados e está localizado no terraço panorâmico do Afonso Pena.

Os produtos terão o valor máximo estipulado pelo governo federal. Ao todo são 15 mercadorias com preços controlados, entre elas, café, pão de queijo, suco natural e água mineral. Para a elaboração da tabela houve uma pesquisa de valores praticados em lanchonetes de São José dos Pinhais e Curitiba.



Valores máximos na lanchonete popular
produto preço
Pão de queijo (porção com 6 unidades) R$ 3,00
Pão de queijo (80 a 100 g) R$ 2,00
Salgados de 80 a 100 g (coxinha, quibe, empada) R$ 3,20
Sanduíche natural R$ 3,90
Misto quente (pão francês ou de forma) R$ 3,30
Café simples (50 ml) R$ 1,60
Café expresso curto R$ 2,70
Café com leite (300 ml) R$ 2,90
Leite 300 ml R$ 1,30
Suco natural 300 ml R$ 3,20
Suco caixa 250 ml R$ 2,80
Suco lata 300 ml R$ 3,50
Refrigerante lata R$ 3,20
Água mineral sem gás (copo 250 ml) R$ 1,50
Água mineral sem gás (garrafa 500 ml) R$ 2,30

CD Plan
Mais conhecida pelo nome Shop Tem, a CD Plan já opera em comércios no formato popular, em terminais de transporte de diversas cidades do Estado de São Paulo. Para instalar a lanchonete no Afono Pena, a empresa investiu mais de R$ 300 mil. O contrato de concessão é de 60 meses.

Outras serão implantadas
De acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), outras 11 lanchonetes serão inauguradas nos demais aeroportos das cidades-sede da Copa do Mundo de 2014. O objetivo é estimular a concorrência entre os estabelecimentos que atuam nos aeroportos do país, diminuindo os preços cobrados.

O projeto
O projeto da lanchonete popular surgiu no ano de 2011, quando o governo federal, através da Infraero, decidiu lançar um plano para que cada aeroporto das cidades-sede do Mundial tivesse um estabelecimento na área alimentícia com preço mais acessível.

Fontes: G1, Infraero e Portal Brasil Fator
Redação: Fátima Pires